"Os chineses têm isenção de imposto."


Este é um daqueles disparates que tem como base o medo dos outros. Muitas pessoas ressentem-se da presença de comunidades estrangeiras, outras não gostam da concorrência que julgam desleal, outras acreditam simplesmente em qualquer coisa.

Corre por aí que as lojas dos chineses têm uma isenção especial de imposto, negociada entre Portugal e a China. Certo, certo, é que ninguém consegue encontrar o tratado ou a lei ou o que for onde essa isenção está escrita.

Diz-se, mas não se sabe. Repete-se, mas não se verifica. Acredita-se, mas não se pensa duas vezes.


Comentários

Cláudio Tereso disse…
Boas,

O documento que originou esse mito foi provavelmente este:
https://dl.dropbox.com/u/1154543/Portal%20das%20Comunidades%20Portuguesas%20-%20China.pdf

Que estabelece isenção de impostos para professores universitários e investigadores (mais coisa menos coisa, já não me lembro bem) chineses em Portugal e Portugueses na China.

O que é fabuloso é que andei a mostrar este documento sempre que alguém vinha com a treta do "os chineses não pagam impostos bla bla bla" e de nada servia. Sempre que o assunto voltava à baila, as pessoas a quem tinham mostrado o documento voltavam a argumentar com a porra do mito...

é sabido que quem interiorizou uma ideia dificilmente a larga, mas haja paciência!
Marco Neves disse…
Exacto. Essa é a convenção para evitar a dupla tributação de qualquer rendimento, que Portugal assina com quase todos os países: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/informacao_fiscal/convencoes_evitar_dupla_tributacao/convencoes_tabelas_doclib/